Homem é humilhado por gerente da Caixa e agredido por PM, na BA; vídeo


Pouco mais de dez dias depois da morte de um jovem negro no Supermercado Extra na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, um caso de agressão policial motivada por racismo aconteceu em uma agência da Caixa Econômica Federal de Salvador (BA).O episódio aconteceu no último dia de 19 de fevereiro, mas só foi tornado público nesta terça-feira (26) após a divulgação das imagens acompanhadas do relato da vítima.

A denúncia foi feita por Crispim Terral, de 34 anos. Ele relata que a confusão começou após um dos gerentes do banco o deixar por quase cinco horas à espera de atendimento.

“Momento terrível e absurdo. Em pleno século XXI, fui tratado de forma ríspida e claramente fui vítima de preconceito racial”, lamentou Crispim.

Humilhado na agência e tendo o atendimento negado por dois gerentes, Crispim irritou-se e um dos funcionários da Caixa teria acionado a Polícia Militar.

A PM sugeriu que todos fossem para a delegacia para prestar esclarecimentos. No entanto, o gerente disse que só iria se Crispim fosse algemado e que não “faz acordo com esse tipo de gente aí (sic)”.Toda a humilhação aconteceu diante de sua filha, que o acompanhava na agência.


Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal

Baixe o App de Notícias