Empresário cria banco para população do Complexo da Maré


Em 2016, ao visitar o Complexo da Maré, comunidade carente com cerca de 200 mil moradores no Rio de Janeiro, Alexander Albuquerque, 38 anos, se deu conta de que grande parte daquelas pessoas não tinha conta em banco.

Por conta disso, gastavam duas horas em transporte público para pagar uma simples conta de água. Foi a deixa para que Albuquerque fundasse o Banco Maré, voltado à população de menor renda e que permite, por meio de um app, pagamento de boletos, transferências e saques em caixas 24 horas.

Também é possível consumir no comércio local com uma moeda digital, a palafita. Hoje, a fintech social está presente também em Heliópolis (SP) e em mais duas comunidades no Rio (Rio das Pedras e Rocinha). “Em novembro estrearemos em Arapiraca (AL) e, em 2019, chegaremos a Paraisópolis (SP)”, diz Albuquerque.

Fonte: PEGN

Comentários :