Após dias de calorão, o tempo muda no domingo com chuva forte no Rio


O Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro informou nesta sexta (1º) que há condições para queda de chuva forte a muito forte neste domingo (3) e alerta para os riscos de raios, alagamentos e rajadas de vento e raios na cidade. A informação é baseada na previsão do tempo do Sistema Alerta Rio

A sexta-feira foi mais um dia de sol forte no Rio, com temperatura máxima de 38.1º C, no bairro de Irajá, na Zona Norte. Segundo o Alerta Rio, a sensação térmica foi de 40.6º C, em Santa Cruz, na zona oeste. Para este sábado (2), a máxima prevista é 40º C e, para domingo (3), 34º C.

Segundo o Centro de Operações da prefeitura, para este domingo está prevista a aproximação de uma frente fria pelo oceano que deixará o tempo instável na cidade do Rio de Janeiro. Haverá aumento da nebulosidade ao longo do dia e, a partir do fim da tarde, podem ocorrer pancadas de chuva moderadas, ocasionalmente fortes, acompanhadas de rajadas de vento e raios.

Na segunda-feira (4), o tempo continuará instável e há previsão de pancadas de chuva a qualquer hora do dia e com mais intensidade a partir da tarde. Estão previstos ventos com intensidade moderada e ocasionalmente forte. A temperatura vai cair cerca de 10º Celsius, com a máxima ficando em  27º C.

Nos dois dias seguintes, áreas de instabilidade associadas a uma região de baixa pressão no oceano manterão o tempo instável na cidade do Rio, acompanhadas de rajadas de vento e raios, a qualquer hora do dia.

O Centro de Operações da prefeitura alerta que os modelos numéricos da previsão do tempo indicam grandes acumulados de chuva entre a segunda-feira (4) e a madrugada de quarta-feira (6).

De acordo com o centro, em caso de alagamento nas ruas, o motorista deve redobrar a atenção ao dirigir, manter os faróis acesos e nunca forçar a passagem de carro em vias alagadas. Também não se deve caminhar pela água, pois há perigo de correnteza e de ferimentos com objetos e queda em buracos sob a água, além de risco de doenças. Outra recomendação é evitar passar perto de áreas de córregos e rios.

Fonte: R7

Comentários :