Seis pessoas são baleadas por balas perdidas no réveillon, no subúrbio da Zona Norte

Telhado perfurado por bala perdida que atingiu o advogado Bruno Ramos (Foto: Bruno Ramos)

A noite da virada de ano foi de pânico para algumas famílias na Zona Norte do Rio seis pessoas foram baleadas durante as comemorações. A maioria das vítimas deram entrada na segunda-feira (31/12) à noite no Hospital Salgado Filho, no Méier.

O jovem Rafael de Andrade, de 15 anos, estava em casa com a avó quando foi atingido no abdômen por um disparo de arma de fogo na Rua Fernão Cardim, em Pilares. A vítima chegou ao hospital por volta das 23h.

"O meu filho estava na casa do pai e da avó quando foi atingido. Estavam soltando fogos e atirando. Um dos tiros pegou o meu filho, que conseguiu pedir ajuda para chegar até aqui ao hospital", explica a mãe do rapaz Bruna Motta, 33.

A mãe do jovem reclamou da precariedade do hospital. "Quando ele chegou aqui foi recebido por um maqueiro, pois não tinha vigilante aqui. Estava sem ar-condicionado onde ele estava. Apenas um médico para atender muita gente que chegou baleada. Mas apesar disso, tenho a oportunidade de falar que meu filho está vivo", explica. O jovem passou por uma cirurgia e o quadro é estável.

Além dele, Wagner José de Nascimento, 38, também foi atingido na região do abdômen no Jacaré. Ele passou por uma cirurgia e seu estado de saúde é estável.

Já Sandra Regina da Rocha, 53, foi baleada na cabeça, no Engenho da Rainha, também na noite de Ano Novo. Além deles, Vera Lúcia, 67, foi atingida na coxa esquerda, no Riachuelo, Maria Ferreira da Silva, 65, foi baleada na perna esquerda, no bairro Tomás Coelho, e o advogado Bruno Ramos, estava no terraço, observando os fogos, quando começou a sentir dor na região das costas. Ao olhar para o chão, viu um projétil e notou que o teto estava perfurado. Ele teve um ferimento superficial e não precisou de atendimento médico.

Bruno relata o susto que levou e conta que no momento da virada os tiros se confundiam com a quantidade fogos.

Fontes: O Dia e BandNews

Comentários :