Árvore enfeitada com luzes faz sucesso em rua de Olaria


Quando o senhor Ivson de Souza Salgado, autônomo, 62 anos era criança, não imaginava que a ação do seu tio de enfeitar a árvore perto da sua casa no Natal, se tornaria uma tradição familiar. Há 12 anos, no mês de Dezembro, a Rua Paranhos, na altura do número 600, em Olaria, é especialmente iluminada pela árvore de Natal, em que o senhor Ivson faz questão de pendurar, luzes coloridas, mangueiras de led, estrelas brilhantes e até uma caixinha de som que toca músicas natalinas. Mas a iluminação não fica somente na árvore do lado de fora. A decoração ganha os muros da casa, com renas iluminadas e motorizadas que se mexem, como se tomassem conta da árvore do lado de fora. Na varanda da casa, um Papai Noel em tamanho natural, cuida dos pinheiros de vários tamanhos e dos pequenos Papais Noéis espalhados pelo local. Tem caixinhas de presentes, bonecos de neve, renas iluminadas, guirlandas e pisca-pisca. 

"Tenho uma história marcante sobre essa decoração. Foi quando meu ex-vizinho, "Seu Waldemar", de 84 anos, viu o papai Noel se mexendo, ele me pediu pra chegar perto e quando segurou o Papai Noel, ele chorou e eu também fui às lágrimas. Foi emocionante aquele dia", recorda senhor Ivson.

Ele e a família se dedicam cerca de três meses, desde a preparação dos enfeites até a montagem e levam uma semana para aprontar a árvore. Ele não sabe exatamente quanto gasta com a decoração e ao longo do ano, vai comprando um elemento novo.  Mas confessa que se dedica mesmo a montagem da árvore. A casa fica por conta de sua esposa e que por ela a montagem começaria em Outubro. Ele contou que, há uns anos atrás, ganhou um diploma da Riotur, pela decoração da casa.

"A árvore ela é maravilhosa. O bairro de Olaria fica muito agradecido ao "Dendê" (como senhor Ivson é chamado pelos amigos). Teve um período que ele parou e o pessoal sentiu falta, mas ele está voltando aos poucos", revela o amigo, Wilson Rafael.

A árvore sem luzes

Durante o período, nos últimos dois anos a árvore não recebeu nenhuma decoração. O que causou estranhamento da vizinhança. Segundo, senhor Ivson, um desentendimento familiar fez com que ele não se animasse com a decoração. Mas com o nascimento do primeiro neto, foi marcante e ele retornou com a tradição e este ano. E os passantes e vizinhos voltaram a admirar a "árvore de Olaria".

"Eu acho essa árvore um marco. Quando eu voltei a morar em Olaria, coisa de uns seis anos atrás, eu me deparei com essa árvore e fiquei analisando um bom tempo. Eu fico emocionada com o carinho que ele tem. E o que mais admiro ainda, é o carinho que as pessoas têm em não destruir. Porque ele monta, fica ali e passa gente de todo lugar, de todas as tribos e ninguém faz nenhum ato de vandalismo. Parece que a árvore é um símbolo pra todo mundo. Todo mundo curte bastante", diz Elizeth Monteiro, vizinha.

Os vizinhos da árvore costumam dizer que a Lagoa tem sua árvore, mas Olaria também tem a sua e alegra a vida de todos que passam por ela. Quem passa de ônibus saca dos celulares para fazer uma foto. Algumas famílias pedem para fazerem fotos na decoração da varanda. O senhor Ivson, revela que isso lhe enche de orgulho. Ele diz que fica todo satisfeito quando  as crianças se encantam com os elementos de decoração e que após as fotos ele sempre oferta uma lembrancinha simbólica.

A árvore vai ser desmontada no dia 06 de janeiro e ele promete que se der tudo certo, no Natal de 2019 vai ter uma bela surpresa e se despede com uma mensagem:

"A mensagem que eu tenho é muito simples. Vamos celebrar o nascimento de Jesus. E que o importante é celebrar com sua família o nascimento de Jesus e não a festa em si, da forma mais simples".

Fonte: EuRio

Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal

Baixe o App de Notícias