Famílias são despejadas de área militar na Ilha do Governador


Moradores da comunidade de Maracajás, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, foram acordados com uma ordem de remoção e demolição das casas, na manhã desta terça-feira (13/11). Agentes da Aeronáutica acompanharam um oficial de Justiça para ação de reintegração de posse e houve uma confusão no local.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal também participaram da ação. Os moradores tentaram isolar a área para impedir a entrada dos agentes, mas eles reagiram. "A gente fez um cordão e eles bateram na gente de verdade. Tentaram me enforcar, depois me pegaram pela perna. Jogaram spray de pimenta na nossa cara", relatou um morador, que não quis se identificar.

Quem estava do lado de fora da comunidade não conseguia entrar e quem estava do lado de dentro não conseguia sair. Os agentes bloquearam a entrada da rua e nem moradores, nem a imprensa conseguiram acessar local do despejo.

A ordem de despejo era para seis das 15 famílias que vivem na comunidade. Segundo Di Cunha, do conselho popular da comunidade Marajás, após o uso de força por parte dos agentes, os moradores decidiram não resistir à ação. "Temos uma idosa acamada aqui na comunidade, por isso decidimos por sair", explicou.

De acordo com a representante, a ordem judicial apresentada nesta manhã é de setembro do ano passado. Eles alegam que não foram avisados ou intimados pela Justiça recentemente sobre a ordem de despejo de hoje.

Di Cunha afirmou que as famílias deixaram a comunidade sem saber para onde ir ou com algum tipo de auxílio financeiro. "Não tem indenização, nem auxílio. Eles estão deixando os móveis nos vizinhos e provavelmente, devem ir para casa de algum parente", declarou.

As famílias, ao longo de gerações, habitam o local há mais de 100 anos. As remoções foram anunciadas desde que o Aeroporto Galeão foi privatizado, em 2013, e as áreas da foram transferidas da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) para a Aeronáutica.

Leia mais em O DIA

Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal