Funcionários terceirizados da Light são presos por extorquirem dinheiro de idoso


Dois funcionários terceirizados da Light foram presos em flagrante no último sábado (02/6) por terem extorquido dinheiro de um idoso em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. Márcio Silva de Souza e Fábio Almeida de Souza são acusados de cobrarem R$ 1 mil da vítima para que não fosse aplicada uma multa de R$ 10 mil por uma suposta irregularidade encontrada no relógio medidor da casa do idoso. A visita ocorreu na sexta-feira.

A vítima alegou que não possuía a quantia cobrada pelos funcionários e pediu que eles retornassem no dia seguinte para pegar o dinheiro. Ao voltarem, os acusados teriam novamente feito a proposta e foram presos em flagrante pelo genro da vítima, que é policial militar. Márcio e Fábio foram autuados em flagrante por extorsão. Eles tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Em nota, a Light afirmou que lamenta o episódio e repudia a prática. A concessionária acrescenta ainda que os funcionários são da prestadora de serviços Indica, que está acompanhando as investigações do caso pela Polícia, contribuindo com todas as informações necessárias, e adotará as providências cabíveis, assim que o assunto for esclarecido.

“Em situações como esta é fundamental a colaboração da população. A empresa ressalta que o cliente pode e deve denunciar qualquer anormalidade no comportamento dos funcionários pelo Disque-Light (0800-021-0196), ou pelo Disque Denúncia (21-2253-1177). A informação é mantida em sigilo”, afirma a Light em nota.

Fonte: Extra

Comentários :