Policial do Batalhão do Choque morre e duas pessoas são baleadas em troca de tiros na Rocinha


O sargento Anderson Luiz Rosa da Conceição, de 40 anos, morreu após ser baleado durante confronto com traficantes na Rocinha, na Zona Sul do Rio, na tarde desta quarta-feira. Além do sargento, o soldado Jandré Dias Silva ficou ferido na perna na ação. Devido ao intenso tiroteio na região, a Autoestrada Lagoa-Barra chegou a ficar bloqueada por cerca de 1h30 nos dois sentidos.

O sargento foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Anderson estava na Corporação há 16 anos e deixa esposa e quatro filhos. Já o soldado foi levado para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, região central do Rio. Ainda não há informações sobre o estado de saúde. Além dos militares, um morador foi baleado no pescoço e levado por vizinhos para o Hospital Miguel Couto, na Gávea. Cristiano de Oliveira Santana, de 29 anos, estava dentro de casa e, ao colocar a cabeça para fora de uma janela, acabou atingido de raspão. Após receber alta, a vítima foi para a delegacia prestar depoimento. Assustada com o tiroteio, uma estudante de 15 anos que voltava da escola teve uma crise nervosa ao chegar à favela e foi socorrida por um vizinho. Ela também teria sido atendida no Miguel Couto e liberada em seguida.

Leia mais

Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal

Receba notícias por E-mail