Preso um dos suspeitos da morte de sargento na comunidade Bateau Mouche



Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DH) prenderam em flagrante, neste sábado Fabricio Ilton Muniz de Araújo, conhecido como “Lerdinho”, um dos suspeitos de participação na morte do sargento da polícia militar Carlos Eduardo Gomes Cardoso. O preso também vai responder por associação para o tráfico.

Carlos Eduardo Gomes Cardoso era lotado no 41º BPM(Irajá) e morreu durante confronto na comunidade Bateau Mouche, na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio, na manhã deste último sábado (27/4). O sargento fazia parte da equipe que atuava em apoio ao 18º BPM (Jacarepaguá), que realiza uma operação na comunidade desde o começo da manhã. O policial foi atingido no peito e no braço e chegou a ser levado para o Hospital municipal Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimento.


De acordo com o delegado da DH Cassiano Conte, durante a realização das investigações preliminares, foi levantado que dois indivíduos haviam acabado de dar entrada, feridos por disparos de arma de fogo, nos hospitais Lourenço Jorge e Cardoso Fontes.

“Lerdinho” foi socorrido para o Hospital Cardoso Fontes e foi reconhecido por policiais militares que atuaram na operação na comunidade Bateau Mouche, como sendo um dos traficantes que realizaram disparos contra a vítima e os demais agentes.


Cassiano Conte afirma que as investigações irão prosseguir com o objetivo de identificar e prender todos os traficantes de drogas envolvidos na morte do policial militar Carlos Eduardo Gomes Cardoso.

Fonte: Extra

Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal

Baixe o App de Notícias