Jovem acusa vizinho de estupro por forçar relação em troca de creme


Um caso de estupro foi registrado neste final de semana no bairro São José Operário na Zona Leste de Manaus. Uma jovem de 18 anos acionou a Polícia Militar relatando que foi obrigada a manter relações sexuais com o vizinho, um homem de 40 anos. A versão da jovem foi desmentida pelo acusado, que acabou detido.

A vítima relatou que foi procurada pelo vizinho que lhe ofereceu um creme para queimar gordura, mesmo dizendo que não teria interesse em comprar, o acusado insistiu em fazer uma demonstração, a jovem acabou aceitando. Ao passar o creme em sua barriga, o acusado abriu o botão da sua calça e sugeriu que mantivessem relações. Temendo ser agredida pelo acusado que insistia no ato, a jovem acabou consentindo.

Ao ser detido, o acusado relatou para a polícia que ofereceu um creme para espinhas para a moça, e que ela aceitou uma demonstração. Enquanto passava o creme no rosto da moça, sugeriu que fizessem sexo em troca de um perfume, e que assim foi consentido. O acusado relatou que fizeram uso de gel erótico, e que todo o ato durou cerca de dois minutos, pois a moça disse que o namorado estava para chegar em casa. O suspeito foi detido no momento em que buscava o perfume para pagar pelo ato.

Diante os relatos da vítima de do acusado, ambos foram levados ao hospital para exames de análise de risco de contaminação de doenças sexualmente transmissíveis, e o acusado encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária Civil para as devidas providências.

Comentários :