Mãe e filha são atropeladas e motorista foge com apenas 3 rodas no carro, em Minas; morreu e menina ficou em estado grave



O fato aconteceu na noite no último sábado, dia 23 de setembro, na Avenida JK, em Pato de Minas, MG. Um homem foi preso pela Polícia Militar após bater em uma motocicleta e deixar mãe e filha gravemente feridas; a mãe (foto) não resistiu e a filha permanece internada. Após a batida, ele fugiu do local com o carro com apenas três rodas, mas foi localizado e preso pela Polícia Militar.

A motociclista Michelle Caixeta Borges 29 anos (foto), apesar de ter sido reanimada logo após o acidente, não resistiu e morreu nesta madrugada de domingo, dia 24 de setembro, no hospital. A filha possivelmente sofreu traumatismo craniano afetando inclusive visão, e permanece internada.

A vítima fatal do atropelamento

Testemunhas relataram para a polícia que o motorista de um VW Golf de cor prata, Douglas Ferreira da Silva, 31 anos, conhecido como “Torrada” seguia pela Avenida JK em alta velocidade.

Em certo momento perdeu o controle e bateu violentamente na traseira de uma motocicleta Honda CG FAN de cor preta. Com a força do impacto, mãe e filha foram arremessadas no chão ficando gravemente feridas. Unidades do SAMU estiveram no local e socorreram as vítimas para o Hospital Regional.

O carro que atropelou, sem uma das rodas.


Ainda de acordo com as testemunhas, a batida foi tão violenta que as vítimas foram arrastadas pela pista e a roda traseira do carro arrancou. Outra informação que chegou para a polícia foi que Torrada desceu do carro e depois e olhar as vítimas agoniando no asfalto, entrou no carro e fugiu do local com o carro com apenas três rodas.

Roda solta

A Polícia Militar fez o rastreamento e o carro foi abordado na Avenida JK próximo a entrada de acesso ao Estádio Bernardo Rubinger. Douglas Ferreira da Silva foi preso e encaminhado para delegacia de Polícia Civil. Na delegacia em entrevista a nossa reportagem, Douglas falou que estava indo para o casamento de um amigo e que não fez uso de bebida e nem de drogas. Sobre o motivo de fugir do local, ele falou que ao descer para ver a situação das vítimas, algumas pessoas queriam agredi-lo, por isso saiu do local.

A perícia esteve no local e vai analisar a verdadeira causa do acidente.

Comentários :

Translate

Pesquise

Doe e Ajude com PayPal

Receba notícias por E-mail